THE BEST OF LIFE

SURFISTAS DA ONDA VERDE

“Quarenta e oito por cento dos consumidores estão dispostos a pagar até 10% a mais por produtos ou serviços que atendam a requisitos ecológicos e sociais. A informação foi dada pelo diretor-técnico do Sebrae, Carlos Alberto dos Santos, durante a Reunião Latino-Americana sobre Bancos de Desenvolvimento e Investimentos Ambientalmente Sustentáveis nesta sexta-feira (23), em Belém. Segundo Carlos Alberto, dados como esse apontam caminhos a serem seguidos já de imediato pelas 5,7 milhões de micro e pequenas empresas (MPE) de todo o Brasil.”

“Segundo o diretor do Sebrae, o brasileiro ainda não relaciona a importância dos altos níveis de reciclagem registrados pelo país desde 1990 com a questão ambiental. Por isso, chamou a atenção para os resultados de sondagem realizada pelo Sebrae junto a empresários do segmento de pequeno porte, que revelou que a maioria desconhece o conceito de sustentabilidade, embora desenvolva ações que mostram sua aplicação no cotidiano.”

Esses são dois parágrafos de uma nota do SEBRAE Nacional falando sobre as perspectivas do mercado “Verde” para as MPE’s. Já faz dois anos que o apelo pelas questões ambientais vem crescendo constantemente, ainda mais depois da ótima campanha realizada pela candidata Marina Silva nas eleições do ano passado, onde ela conseguiu passar com clareza a importância de um governo conectado a um sistema ambientalmente correto.

Os fatores preponderantes para o crescimento global nessas próximas décadas serão espaço físico destinado a produção de alimentos e mão de obra destinada para esse fim. Com isso afirmo: Existe um mercado global ainda sem patamares de medida (de tão grande) para profissionais que já trabalham ou desejam trabalhar na área ambiental.

Explico: O crescimento real do mundo vai passar pelo campo, e como todos nós sabemos “o mercado” se consome com o tempo, agindo como um câncer, até chegarmos a situações como a de hoje, onde Governos não têm recursos para quitar as dívidas acumuladas década após década pelos sistemas financeiro, industrial e também pelos próprios governos.

Os profissionais do meio ambiente serão daqui em diante os Ministros permanentes desse novo mundo. Aos surfistas da onda verde fica a responsabilidade de não repetir com o meio ambiente o que os “profissionais da área” fizeram com o sistema financeiro global.

Texto: Rafael Borim e Agência Sebrae de Notícias

Advertisements
This entry was published on September 26, 2011 at 10:46. It’s filed under BUSINESS and tagged , , , , . Bookmark the permalink. Follow any comments here with the RSS feed for this post.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: